13º Congresso Paulista de Neurologia: participe já



A 13ª edição do tradicional Congresso Paulista de Neurologia - realizado pela Associação Paulista de Neurologia (Apan), com organização da Associação Paulista de Medicina (APM) – teve início nesta quinta-feira, 27 de maio, e ocorre de forma virtual até o próximo sábado (29). Antes do início das aulas, os congressistas puderam assistir ao vídeo de abertura do evento, gravado pelos membros da Comissão Organizadora.


Rubens José Gagliardi, também presidente da Apan, iniciou agradecendo os responsáveis pelo sucesso do Congresso e enaltecendo a parceria entre a Associação e a APM. Sobre o inovador formato virtual, declarou: “Os resultados têm sido muito bons e proveitosos. Se, por um lado, perdemos o convívio presencial com os amigos, por outro, o evento ficou muito mais democrático e permite um número muito maior de pessoas assistindo. Também pudemos contar com mais participantes nacionais e internacionais, do mais alto nível, para colaborar e engrandecer o evento”.


De acordo com ele, a programação prestigia e abrange praticamente todas as áreas da Neurologia e das Neurociências. “Mantivemos atrações consagradas nos congressos anteriores, como a Sessão Survivor, e temos uma novidade muito interessante, que é a Sessão de Startups.”


Em seguida, Ronaldo Abraham complementou: “Finalmente chegou a hora. Depois de muita expectativa e trabalho, começamos hoje o 13º Congresso Paulista de Neurologia, idealizado com muito carinho e tentando agradar a todos. Além de recepcionar a todos os congressistas, gostaria de agradecer a todos os palestrantes pelo tempo dispendido e conhecimento compartilhado para nos brindar com excelentes apresentações”.



Acary Bulle de Oliveira destacou que, entre a grandeza do evento - contando com apresentadores, palestrantes e organizadores -, os congressistas são os mais importantes. “Aproveitem, vamos trocar nossas informações.”


“Gostaria de agradecer o grande apoio ao Congresso, que ultrapassou 10 mil pessoas inscritas. Embora seja um evento on-line, foi cuidadosamente pensado para que interações possam ocorrer e consigamos nos sentir juntos. Então, participem dos chats, postem perguntas e mandem comentários para podermos ter interação semelhante à do evento presencial”, afirmou Marcel Simis.

Para Wilson Marques, apesar da distância, o evento mantém as características fundamentais, sendo atual, dinâmico e interativo. “Chamo atenção para os palestrantes internacionais. Muitos deles, ou quase todos, escrevem a história da Neurologia atual. Para aqueles que não puderem participar ao vivo, temos a oportunidade este ano da versão On Demand.”


Por fim, José Luiz Pedroso ressaltou os 1.400 trabalhos enviados, que tiveram uma análise muito criteriosa. “Participem da sessão de pôsteres e apresentações orais, teremos a premiação no sábado. E na sexta-feira, às 19h, temos um encontro marcado na Sessão Survivor, que será um passeio pela mente do neurologista, como é feito o diagnóstico e a elaboração do raciocínio em 25 casos complexos.”



Com informações da Associação Paulista de Medicina.