Acidente Vascular Cerebral: como enfrentá-lo?



O Acidente Vascular Cerebral (AVC), também nomeado como Derrame Cerebral, é um velho conhecido de pacientes e médicos. Doença crônica não transmissível, acontece quando vasos, responsáveis por levar sangue ao cérebro, entopem ou se rompem, provocando a paralisia da área cerebral que ficou sem circulação sanguínea.


O tempo é uma das chaves para minimizar ao máximo as sequelas da doença ou, até mesmo, aumentar as chances de sobrevivência. Portanto, quanto mais rápido for o diagnóstico e tratamento, maior a probabilidade de recuperação completa.


Desta maneira, ficar atento a possíveis sinais do corpo é primordial. Os principais sintomas relacionados a essa doença são formigamento, confusão mental, alteração na fala ou compreensão, mudança no equilíbrio ou coordenação, além de dor de cabeça súbita. Um derrame também pode acarretar uma série de complicações possíveis como déficit motor ou sensitivo, depressão, alterações comportamentais, entre outros.

APAN | Associação Paulista de Neurologia

Assessoria de imprensa 

ACONTECE COMUNICAÇÃO INTEGRADA