Comissão de Defesa Profissional da AMB sugere alterações em proposta da ANS



Em 9 de dezembro, a Comissão de Defesa Profissional da Associação Médica Brasileira (AMB) reuniu representantes de Federadas e de Especialidades, em São Paulo/SP, para debater a Consulta Pública Nº 76 proposta pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS).


A proposta normatiza a Resolução 363 e estabelece padrões a serem observados pelas operadoras de planos privados de assistência à saúde quanto à aplicação de glosa nos processos de apresentação e pagamento dos faturamentos pelos prestadores de serviços de atenção à saúde. O encontro contou com representantes da área jurídica das entidades.


“Pretendemos criar um texto crítico ao apresentado pela Consulta Pública nº 76, sob a ótica da classe médica, para apresentá-lo à ANS na próxima reunião do setor”, disse o diretor e presidente da Câmara Técnica de Implantes da AMB, Carlos Alfredo Lobo Jasmin ao abrir o evento.


A redação da consulta pública foi debatida ponto a ponto. Contribuições foram feitas, incluindo alteração, exclusão e proposta de texto. O documento final será encaminhado a todas as Federadas e Especialidades, além de ser enviada à ANS.


“É importante também que todas as Federadas e Especialidades incluam esse texto no site da ANS, como forma de contribuição da nossa categoria”, acrescentou a coordenadora da CBHPM, Miyuki Goto.


A Consulta Pública 76 está disponível até 26/12 para contribuições.


Fonte – AMB

APAN | Associação Paulista de Neurologia

Assessoria de imprensa 

ACONTECE COMUNICAÇÃO INTEGRADA