Congresso populariza temas da Neurogenética entre especialistas




A Neurogenética, ciência que estuda as raízes moleculares de doenças neurológicas, era uma das áreas menos notórias se comparada às já tradicionais. Devido ao limitado número de doenças diagnosticáveis, bem como de tratamentos disponíveis, e à dificuldade de acesso a exames, não havia muito interesse dos médicos e profissionais da saúde na especialidade.


Em 2018, pensando na importância de aliar a Medicina Genética à Neurologia no Brasil, o dr. José Luiz Pedroso, a dra. Sarah Camargos e o dr. Marcondes França Jr, do Departamento Científico de Neurogenética da Academia Brasileira de Neurologia (ABN), decidiram apostar em um congresso voltado especialmente para o tema. Surpreendentemente, logo na primeira edição, foram mais de 700 participantes.


Em 2020, a expectativa para o II Congresso Brasileiro de Neurogenética só cresce. Marcado para 29, 30 e 31 de outubro, no Centro de Convenções Rebouças, em São Paulo, a conferência contará com nomes de referência nacional e internacionalmente. O neurologista argentino Marcelo Kauffman, o especialista italiano em mecanismos moleculares de neurodegeneração e doença de Parkinson, Vincenzo Bonifati, e o prof. Richard Haas, estudioso das doenças mitocondriais da Universidade da Califórnia, são algumas das atrações confirmadas. Além deles, muitos outros profissionais de renome nacional e internacional com contribuições relevantes na área comandarão as atividades.


Com apoio da Associação Paulista de Medicina (APM), o Congresso será dividido em módulos, abordando as doenças genéticas que envolvem o sistema nervoso que mais afetam crianças e adultos. Discussões de casos clínicos, debates e simpósios também farão parte da programação. A importância do exame genético precoce para o diagnóstico de doenças neurológicas na infância, a investigação genética de doenças tratáveis e a aplicação do sequenciamento do genoma, por exemplo, serão alguns dos tópicos em pauta.


Além disso, haverá também a recompensa de trabalhos de pesquisa, com os Prêmios Nunjo Finkel, Anita Harding e Antonio Richieri Costa. A ideia é incentivar a formação de mais estudiosos na Neurogenética, assim como foram, em vida, os três geneticistas homenageados nos títulos das premiações.


Sobre o Congresso, a dra. Sarah, presidente do evento, pontua: “A meta é levar o conhecimento a neurologistas, geneticistas, pediatras e todos os médicos e alunos de outras especialidades interessados no tema. Neurogenética é a união de três palavras com enorme potencial: Neurologia, genes e ética. Hoje, a possibilidade de diagnosticar e de tratar as doenças que estudamos atrai cada vez mais entusiastas”.


Academia Brasileira de Neurologia (ABN) e Associação Paulista de Medicina (APM)

Data – 29 a 31 de outubro

Horário – 12h50 às 19h10 (29/10), 08h20 às 19h (30/10) e 08h00 às 18h25 (31/10)

Centro de Convenções Rebouças - Av. Rebouças, 600 - Pinheiros, São Paulo - SP

Mais informações: http://www.congressoneurogenetica.com.br/index

APAN | Associação Paulista de Neurologia

Assessoria de imprensa 

ACONTECE COMUNICAÇÃO INTEGRADA