• apansp

Covid-19 pode afetar a cognição de idosos que tiveram quadro grave da doença, diz estudo



Estudo chinês publicado na terça-feira (8) na revista científica JAMA Neurology revela que o declínio cognitivo é um sintoma comum em idosos acima de 60 anos que tiveram Covid-19.


“Descobrimos que a Covid, especialmente os casos graves, estava associada a um risco aumentado de comprometimento cognitivo pós-infecção e uma velocidade mais rápida de declínio cognitivo”, diz o pesquisador Yan-Jiang Wang, da Universidade de Medicina do Exército, em Chongqing, na China, em entrevista ao site americano de informações médicas Medscape.


O que é “mais preocupante”, de acordo com o cientista, é que o coronavírus pode “aumentar significativamente o número de casos de demência no mundo após a pandemia”.


Os resultados são baseados na análise de 1.438 pacientes recuperados da Covid-19, sendo 48% do sexo masculino e com idade média de 69 anos. Desse total, 260 tiveram a forma grave da doença. Os participantes receberam alta de três hospitais da província chinesa de Wuhan que são especializados no tratamento da infecção causada pelo coronavírus


O estudo também contou com 438 voluntários (51% homens e idade média de 67 anos) no grupo de controle, que não foram contaminados pela Covid.


Como mostra o Medscape, antes de serem infectados, nenhum dos 1.438 participantes tinham comprometimento cognitivo, distúrbio neurológico ou histórico familiar de demência.

Após 12 meses da recuperação, 12,5% de todos os pacientes desenvolveram comprometimento neurológico. Em seis meses, 10% dos que tiveram quadro grave da Covid-19 apresentaram demência. A porcentagem subiu para 15% após 12 meses. Alpem disso, segundo o site médico, cerca de 26% dos pacientes que sobreviveram à infecção grave do coronavírus tiveram comprometimento cognitivo leve.


Segundo o estudo, as complicações cognitivas se mostraram comuns na fase aguda da Covid-19. No entanto, as consequências para o cérebro dos idosos, a longo prazo, ainda não são conhecidas.


Os pesquisadores, citados pelo Medscape, afirmam que 21% das pessoas infectadas gravemente pelo coronavírus tiveram declínio cognitivo progressivo, sugerindo que o vírus pode causar danos duradouros à cognição.


Fonte -https://www.hojeemdia.com.br/saudeebemestar/covid-19-pode-afetar-a-cognic-o-de-idosos-que-tiveram-quadro-grave-da-doenca-diz-estudo-1.888548