Cremesp pede ao MEC solução em impasse para concessão de registro de médicos

Certificado só ocorre após a publicação, em janeiro, da lista de alunos que fizeram o Enade



Cerca de 60 formandos de medicina foram ao Conselho Regional de Medicina do Estado de SP (Cremesp) reivindicar a emissão de seus registros profissionais para que possam começar a trabalhar.


Médico


O documento, porém, só pode ser emitido após a colação de grau, o que vem depois da divulgação da relação dos estudantes que realizaram o Enade (Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes). Para os formandos deste ano, isso será feito em janeiro de 2020 —o Enade ocorreu no último dia 24. 


Alta


O Cremesp notificou o Ministério da Educação solicitando solução ao impasse. O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas, responsável pelo Enade, diz que “a relação de estudantes em situação regular será disponibilizada na mesma data para todos os cursos participantes, respeitando a isonomia nos processos de divulgação de resultados”.


Fonte – Mônica Bergamo / Folha de S.Paulo

APAN | Associação Paulista de Neurologia

Assessoria de imprensa 

ACONTECE COMUNICAÇÃO INTEGRADA