IBDM protocola denúncia contra Telemedicina sem médicos nas duas pontas

Na quinta-feira, 15 de agosto, o deputado Hiran Gonçalves, presidente da Frente Parlamentar da Medicina (FPMed), protocolou no Ministério Público Federal denúncia sobre a prática adotada por algumas operadoras de planos de saúde, que executam Telemedicina sem a presença de médicos nas duas pontas do atendimento.


A ação foi realizada com a anuência de todos os presentes na reunião realizada um dia antes pelo Instituto Brasil de Medicina (IBDM), órgão que dá sustentação à Frente, em Brasília (DF). Estiveram lá os associados e apoiadores da FPMed, além de parlamentares, que discutiram maneiras de valorizar os médicos e a Saúde do Brasil.


A reunião também tratou da Medida Provisória que cria o Programa Médicos pelo Brasil, que pretende ampliar a oferta de serviços médicos em locais de difícil provimento ou de alta vulnerabilidade. Foram debatidos, ainda, o projeto de lei do Revalida e outro que propõe alterações no Código de Trânsito Brasileiro.




APAN | Associação Paulista de Neurologia

Assessoria de imprensa 

ACONTECE COMUNICAÇÃO INTEGRADA