Saúde abre consulta pública para padronizar serviços da Atenção Primária

Podem ser enviadas até o dia 26 de agosto as contribuições para a proposta de definição da carteira de serviços essenciais que o cidadão deve encontrar em uma unidade de saúde da Atenção Primária




O Ministério da Saúde abriu, nesta segunda-feira (19), consulta pública para definir um padrão de serviços essenciais que deve ser ofertado à população em todas as Unidades de Saúde da Família (USF) que compõem a Atenção Primária à Saúde (APS). Podem enviar contribuições à proposta apresentada pelo Ministério da Saúde e intitulada “Carteira de Serviços da Atenção Primária à Saúde Brasileira” profissionais de saúde, gestores, entidades médicas e demais cidadãos. Este documento deve nortear a gestão municipal e os profissionais de saúde sobre o cuidado que deve ser realizado nestes serviços, que são a porta de entrada do Sistema Único de Saúde (SUS) e são responsáveis por ações de promoção da saúde e prevenção de doenças, além de acompanhar as enfermidades mais frequentes da população, como diabetes e hipertensão.


Leia o conteúdo na íntegra em saude.gov.br

APAN | Associação Paulista de Neurologia

Assessoria de imprensa 

ACONTECE COMUNICAÇÃO INTEGRADA