• apansp

Cefaleia e pandemia: perigo agravado



A Associação Paulista de Neurologia (APAN) e a Associação Paulista de Medicina (APM) promovem, em 11 de fevereiro, das 19h30 às 20h30, o encontro Cefaleia na Unidade de Pronto Atendimento. A inciativa ocorrerá na sede da APM Santos (Avenida Ana Costa 388), tendo como conferencista Yára Dadalti Fragoso, médica neurologista e membro da Sociedade Brasileira de Cefaleia.


Faz já dois anos os sistemas de saúde de alguns países, inclusive os do Brasil, beiram o colapso, com esgotamento de recursos, e lotação de pronto-atendimentos. Com a tensão e apreensão entre os cidadãos, há um consequente crescimento da insegurança e da sensação de desamparo.


“O momento demanda serenidade para enfrentar e vencer a crise e as dificuldades impostas. Um passo importante é buscar informação confiável, e evitar disseminação de notícias falsas que confundem e geram pânico. Nós, os especialistas, também temos a obrigação de compartilhar conhecimentos com os colegas médicos e profissionais de saúde; daí a importância de nosso evento”, pondera Yára Dadalti Fragoso.