top of page
  • apansp

Segundo dia do CPN23 traz temas inovadores; acompanhe aqui

PLENÁRIAS

As sessões do dia 01/06 contaram com a presença dos conferencistas Michael Strupp, falando sobre “Update on central vertigo, nystagmus and ataxia”; Gilmar Fernandes do Prado, a respeito do tema “Apneia do Sono”; e a presidente do evento, Elza Márcia Yacubian, que trouxe “Epilepsia Mioclônica Juvenil: Diagnóstico e Tratamento” para discussão. “Há vários motivos para algumas epilepsias se manifestarem na adolescência, entre eles, a maturação endócrina, obviamente, mas também a maturação cerebral, que só finaliza completamente apenas após os 24 anos de idade. No decorrer da vida, o nosso cérebro é esculpido de acordo com as nossas experiências pessoais”, explicou a especialista.


SIMPÓSIOS SATÉLITE

O dia teve oito sessões patrocinadas. Na hora do almoço, o simpósio satélite da Astrazeneca debateu o manejo do paciente com AVC hemorrágico, que corresponde a 20% do total, de acordo com Gisele Sampaio. Além dela, falaram Octavio Marques e Hamilton Rocha. Pela Horizon, Samira Apóstolos e Ana Cláudia Piccolo apresentaram informações sobre inebilizumabe. Já pela Pfizer, a “batalha dos neuros” foi mediada pelo humorista Fábio Porchat. Completaram as aulas os conteúdos da Zambon (safinamida), Dasa (Neuro-oncologia), Sanofi (doença de Pompe), Fleury (síndromes demenciais) e Teva (medicamentos anti-CGRP).


ASSOCIAÇÕES DOS PACIENTES

Esta foi a primeira vez que a atividade foi realizada pelo Congresso. Coordenada por Acary Bulle de Oliveira e José Luiz Pedroso, os médicos receberam uma série de pacientes para uma roda de conversa em que eles puderam expor suas experiências e necessidades. “Atualmente, há uma dificuldade enorme em relação à assistência, acompanhamento e tratamento. Precisamos lembrar que, juntos, temos uma força muito maior”, destacou Bulle. Para Pedroso, a participação dos pacientes nas discussões é fundamental para o aprimoramento de uma Medicina humanizada. “Tivemos a oportunidade de gerar um conhecimento muito mais fluido. Precisamos lutar pelo contato com as associações e com os pacientes.”


SEMIOLOGIA

O tema central da sala foi dividido em duas aulas, ambas coordenadas por Eduardo Mutarelli, que também comandou uma das apresentações, sobre “Além do orgânico, distúrbios neurológicos funcionais”. Dentre os demais palestrantes, estiveram presentes Cristiana Pereira, Péricles Maranhão, Roberto Martins, Márcia Radanovic, Egberto Reis, Sonia Brucki e Jerusa Smid. Canal Semicircular Posterior, Diagnóstico Neurológico pela Face, Neuropatias Compressivas, Afasias, Tremores, Alzheimer, Rastreio Cognitivo e Distúrbios Neurológicos Funcionais foram alguns dos assuntos abordados.


DOENÇA CEREBROVASCULAR

A primeira sessão da aula foi moderada por Rubens José Gagliardi, contando com João Brainer como secretário. Juntos, eles receberam José Biller, Octávio Marques, Maramélia Araújo, Rodrigo Bazan e Wagner Mauad. Na segunda parte, as palestras foram coordenadas por Marcelo Calderado, tendo Ronney Pinto Lopes como secretário. Na ocasião, os palestrantes presentes foram Raul G. Nogueira, Sheila Ouriques, Gisele Sampaio, Francisco Antunes e Alexandre Bossoni. Atualizações, desafios, abordagens, tratamentos, cuidados, manejos e terapias estiveram entre os tópicos das apresentações.


DISTÚRBIOS DO MOVIMENTO

Relatando diversos acontecimentos associados a este distúrbio, como parkinson, distonias, tremores, mioclonias e transtornos do movimento mais frequentes na infância, a primeira parte da aula foi coordenada por Henrique Ballalai Ferraz – que também foi um dos palestrantes e coordenou a segunda sessão –, presidida por Delson José da Silva. A aula seguinte foi presidida por Márcia Rubia Rodrigues Gonçalves. Dentre os palestrantes, estiveram Egberto Reis Barbosa, Mônica S. Haddad, Carlos Rieder, Rubens Cury, Vitor Tumas, Roberta Pinto, Vanderci Borges, Hélio Ghizoni Teive e Laura Moriyama.


DOENÇAS DESMIELINIZANTES

Na sala, os participantes puderam conferir a apresentação de diversos casos clínicos relacionados ao tema. Maria Fernandes Mendes e Dagoberto Callegaro foram os coordenadores, com apresentações de Guilherme Diogo Silva, Carolina Medeiros Rimkus, Renata Barbosa Paolilo, Vanessa Daccah Marques, Herval Ribeiro Soares Neto, Rafael Paternó e Antônio José da Rocha na parte da manhã. Já as aulas da tarde foram de Luiz Domingos Mendes Melges, Guilherme Sciascia do Olival, Alfredo Damasceno, Denis Bernardi Bichuetti, Ana Cláudia Piccolo, Tarso Adoni e Samira Apóstolos.


DOR E DISTÚRBIOS DO SONO

Pela manhã, os temas discutidos durante as palestras englobaram Dor. Com aulas coordenadas por Rogério Adas, as apresentações foram realizadas por Luiz Henrique Dourado, Gabriel Kubota, Fabíola Dach, Bruna Duarte e Daniel Campi. Durante a tarde, por sua vez, o tema central foram os Distúrbios do Sono - Interface sono e neurologia, com Rosa Hasan como coordenadora e palestrante, além de Fernando Morgadinho, Alan Luiz Eckeli, Andréa Bacelar e Letícia Azevedo Soster. Os especialistas abordaram diversas síndromes, neuropatias e transtornos associados à dor e aos problemas relacionados ao sono.


NEUROPATIAS PERIFÉRICAS E DOENÇA DO NEURÔNIO MOTOR

Wilson Marques Junior foi o responsável por coordenar a mesa sobre Neuropatias Periféricas. Ele recebeu os palestrantes Marcos Freitas, Marcus Vinícius M. Gonçalves, Pedro José Tomaselli, Alberto Rolim e Wladimir Bocca. Já Marco Antonio Chieia coordenou a aula sobre Doença do Neurônio Motor – da qual também foi palestrante – contando com apresentações de Frederico Mennucci, Wilson Marques Junior, Marcondes França Junior e Acary Bulle de Oliveira. Os especialistas trouxeram a visão clínica das questões, englobando investigações, casos, critérios diagnósticos, tratamentos e cuidados paliativos.


NEURO-OCOOLOGIA E NEUROLOGIA INFANTIL

As conferências que compuseram as primeiras apresentações da sala foram voltadas para a área dos tumores cerebrais. Adrialdo José Santos foi apresentador e palestrante, junto de Gabriel Novaes, Kellen Paiva Fermon, Nasjla Saba e Ligia Coronato. Em seguida, Umbertina Conti Reed e Fernando Kok coordenaram as palestras sobre Neurologia Infantil – Kok sendo um dos palestrantes. As apresentações tiveram a presença de Clarice Coimbra, Lucas da Rosa Montanha, Fabíola Paoli Monteiro e Marco Antônio Albuquerque, que deram destaque às condições neurológicas que afetam crianças.


NEUROMODULAÇÃO E STARTUPS

Coordenada por Marcel Simis – responsável por uma das palestras – a mesa contou com apresentações de Arthur Cukiert, André Brunoni, Gilson Tanaka Shinzato e Polyana V. de Toledo Piza. Além disso, Simis também conduziu o Encontro Nacional de Neuromodulação, discutindo aspectos práticos da pesquisa e da prática clínica, e a sessão sobre Startups, com a apresentação de algumas empresas selecionadas - das quais foram premiadas a Brain4care, a plataforma GPS Med e a ProBrain - e discussão sobre as principais difi culdades e oportunidades ao atuar com inovação no Brasil.


NEUROCINEMA E NEUROENOLOGIA

Já tradicional no Congresso, o dia começou com a atividade de Neurocinema. A exibição, coordenada por Ronaldo Abraham, apresentou o fi lme “Meu Pai”, longa com o ganhador do Oscar de Melhor Ator, Anthony Hopkins, e trouxe Sonia Maria Dozzi Brucki como comentarista. À tarde, Lécio Figueira Pinto conduziu uma degustação de vinhos na inovadora “Neuroenologia: De que forma o consumo de vinho afl ora os sentidos”, em que os participantes puderam saborear cinco diferentes tipos da bebida e comprovar os ensinamentos transmitidos pelo especialista.






Komentarze


bottom of page